Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Patologia e Clínica das Doenças Infecciosas II

Curso

Medicina Veterinária

Grau|Semestres|ECTS

Licenciatura; Mestrado | Semestral | 4

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

4 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

112 | 60

Código

ULHT478-8539

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

Medicina individual e populacional
Doenças infecciosas aviárias - Micoplasmoses, leucose aviária, Influenza aviária, doença de Newcastle, infecções por pneumovírus, laringotraqueíte infecciosa, doença de Marek, bronquite infecciosa, doença de Gumboro, etc
Doenças infecciosas bovinas ¿ Paratuberculose, febre catarral maligna, febre aftosa, actinomicose, actinobacilose, listeriose, clostridioses, tuberculose, brucelose, clamidiose, encefalopatia espongiforme, etc
Doenças infecciosas dos ovinos e caprinos - Scrapie, Maedi-Visna, agalaxia contagiosa, adenomatose pulmonar, ectima contagioso, linfangite caseosa, doença da fronteira, língua azul, aborto enzoótico ovino, etc
Doenças Infecciosas suínas - PSA, PSC, parvovirose porcina, complexo de doença respiratória porcina, pneumonia enzoótica, Aujeszky, mal rubro, colibacilose suína, etc
Técnicas de colheita, maneio, envio para o laboratório e processamento de amostras infecciosas
Medidas de contingência após ocorrência de surtos

Objetivos

1 - Adquirir conhecimentos relativos às patologias infecto-contagiosas mais importantes das principais espécies de interesse pecuário.
2 - Compreender as interrelações que se estabelecem entre o hospedeiro, o agente infeccioso e o ambiente desde o contacto inicial com o agente infeccioso até à resolução final da doença.
3 - Saber distinguir entre medicina do indivíduo e das populações.
4 - Conhecer as técnicas correctas de recolha, maneio, transporte para o laboratório e posterior processamento de amostras infecciosas.
5 - Conhecer as técnicas de laboratório mais utilizadas no diagnóstico de doenças infecto-contagiosas e saber como interpretar os resultados obtidos.
6 - Elaborar um plano de acção perante um surto desde o momento da suspeita clínica até à sua confirmação laboratorial e posterior controlo e erradicação.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

1 - Adquirir conhecimentos relativos às patologias infecto-contagiosas mais importantes das principais espécies de interesse pecuário.
2 - Compreender as interrelações que se estabelecem entre o hospedeiro, o agente infeccioso e o ambiente desde o contacto inicial com o agente infeccioso até à resolução final da doença.
3 - Saber distinguir entre medicina do indivíduo e das populações.
4 - Conhecer as técnicas correctas de recolha, maneio, transporte para o laboratório e posterior processamento de amostras infecciosas.
5 - Conhecer as técnicas de laboratório mais utilizadas no diagnóstico de doenças infecto-contagiosas e saber como interpretar os resultados obtidos.
6 - Elaborar um plano de acção perante um surto desde o momento da suspeita clínica até à sua confirmação laboratorial e posterior controlo e erradicação.

Metodologias de ensino e avaliação

Teórica: exposição da componente programática por meios audiovisuais. Procura-se o envolvimento dos alunos através da análise e discussão dos conceitos e realização de trabalhos e
Prática: laboratório, casos clínicos, discussão e avaliação.

A avaliação assume as seguintes formas:

a - Avaliação Contínua:
1) Prática ¿ ponderação - 35% mini-testes, 35% discussão de casos e 30% trabalho prático
2) Teórica ¿mini-testes

b - Avaliação em Exame Final
Caso o aluno não obtenha aprovação por avaliação contínua poderá ser avaliado em exame final.

A classificação final da unidade curricular corresponderá à média ponderada da avaliação prática (50%) com a avaliação teórica (50%).

Bibliografia principal

- OIE (2008). Manual of Diagnostic Tests and Vaccines for Terrestrial Animals (mammals, birds and bees) (6th ed.). Paris, France: World Organisation for Animal Health.
- Fraser, C. M., et al (1998). The Merck Veterinary Manual (8th ed.). Washington: Merck & CO., Inc.
- Beer, J. (1988). Doenças Infecciosas em Animais Domésticos. São Paulo: Roca.
- Radostitis, O. M., Gay, C. C., Blood, D. C., & Hinchcliff, K. W. (1999). Medicina Veterinaria (9a ed.) Madrid: Interamericana - McGraw- Hill.
- Saif, Y.M., Barnes, H.J., Glisson, G. R., Fadly, A. M., McDougald, L.R., & al (2003). Diseases of poultry (11th ed.). Ames: Blackwell Publishing Iowa State Press.
Straw, B.E., Zimmermann, J.J., d¿ Allaire, & S., Taylor, D.J. (2005). Diseases of swine. (9th ed.). Ames: Blackwell Publishing Professional.