Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Conservação e Reabilitação da Construção

Curso

Engenharia Civil (2ºCiclo)

Grau|Semestres|ECTS

Mestrado | Semestral | 5

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

2 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

138 | 48

Código

ULHT768-9681

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

1 Introdução
2 Materiais Correntes na Construção
3 Sistemas construtivos correntes nos edifícios de Lisboa
a)Alvenaria de pedra anteriores ao terramoto de 1755
b)Alvenaria do tipo Pombalino e similares
c)Alvenaria do tipo Gaioleiro
d)Misto de alvenaria e de betão armado
e)Betão armado com grande percentagem de alvenaria
f) Betão armado da última fase
3.1 Outros temas relacionados:
a) O sismo de 1755
b) Os edifícios de alvenaria e os sismos
4 Anomalias
4.1 Causas das Anomalias
4.2 Anomalias em edifícios antigos e edifícios de betão armado
5 Bases para o projecto de reabilitação
6 Técnicas de reparação e reforço
a) Fundações
b) Paredes de alvenaria de pedra ordinária ou de tijolo
c) Paredes com elementos de madeira
d) Pavimentos de madeira e de alvenaria
f) Coberturas
7 Betão Armado e a Corrosão de Armaduras
8 Património Arquitectónico Classificado
8.1 Salvaguarda e restauro
8.2 Documentos para a protecção do património

Objetivos

Conhecimento aprofundado dos diversos sistemas construtivos correntes em Lisboa e dos materiais utilizados.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

Identificação e causas das anomalias estruturais e não estruturais nos diversos sistemas construtivos. Técnicas
de intervenção para a correcção de anomalias em edifícios. Técnicas de reforço.

Metodologias de ensino e avaliação

Aulas teórico-práticas (3h)
Prova Escrita (100% da Classificação Final)
Duas Frequências, a realizar durante o Semestre
Requisitos para aprovação na disciplina:
Classificação igual ou superior a 10 valores em cada frequência
Média aritmética igual ou superior a 12 valores, com a classificação mínima de 8 valores em cada prova
Exame Final
Requisitos para aprovação na disciplina:
Classificação igual ou superior a 10 valores
Prova suplementar (oral ou/e escrita) para classificação igual a 8 ou 9 valores

Bibliografia principal

1º ENCONTRO SOBRE CONSERVAÇÃO E REABILITAÇÃO DE EDIFÍCIOS, Vários
2º ENCONTRO SOBRE CONSERVAÇÃO E REABILITAÇÃO DE EDIFÍCIOS, Vários
GUIÃO DE APOIO À REABILITAÇÃO DE EDIFÍCIOS HABITACIONAIS, José Aguiar, A. M. Reis Cabrita, João
Appleton
PAREDES DE EDIFÍCIOS ANTIGOS em Portugal, Fernando F. S. Pinho
TÉCNICAS TRADICIONAIS DE CONSTRUÇÃO DE ALVENARIAS, João Mascarenhas Mateus,
Seminário INSPECÇÃO E REABILITAÇÃO DE ESTRUTURAS DE BETÃO ARMADO COM CORROSÃO, Vários
CURSO ELEMENTAR DE CONSTRUÇÕES, Luiz Augusto Leitão