Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Desenvolvimento Curricular

Curso

Ensino de Educação Física nos Ensinos Básico e Secundário

Grau|Semestres|ECTS

Mestrado | Semestral | 4

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

1 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

100 | 37

Código

ULHT657-344

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

1. Teoria Curricular O(s) conceito(s) de currículo A justificação do currículo:
- As orientações educacionais (filosóficas) sobre o currículo no ensino geral (a classificação de Eisner & Vallance, 1974): - Orientações educacionais (filosóficas) sobre o currículo em Educação Física. A classificação de Jewett, Bain & Ennis; a perspectiva de Bart Crum. - As relações entre as orientações sobre o currículo em Educação Física e corporeidade e movimento, cultura do movimento, e Educação Física
2. Organização Curricular e os Programas de Educação Física em Portugal. As bases conceptuais e teóricas que estruturam os PNEF.
3. A organização curricular da Educação Física nos países que compõem a União Europeia.

Objetivos

A Unidade Curricular Desenvolvimento Curricular abrange o estudo das tarefas de análise, concepção, preparação, implementação e avaliação do ensino nos diferentes contextos/níveis de decisão curricular político-administrativo, no âmbito da administração central, de gestão, no âmbito da escola e da administração regional, e de realização, no âmbito da sala de aula, partindo de uma acepção ampla de currículo que concebe o desenvolvimento curricular como uma prática dinâmica e complexa, que se processa em diversos momentos e em diferentes fases, de modo a formar um conjunto estruturado, integrando quatro componentes principais: justificação teórica, elaboração/planeamento, operacionalização e avaliação. A Unidade Curricular visa ainda proporcionar conhecimento sobre a organização curricular da EF na União Europeia.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

A unidade curricular Desenvolvimento Curricular tem como objectivos principais que os alunos sejam capazes de:
-Identificar as funções associadas ao exercício da profissão docente, e explicar o contributo da teoria curricular para o desenvolvimento de competências associadas ao ensino e educação nas aulas de Educação Física, à formação e treino no âmbito do desporto escolar, e à animação de actividades de complemento curricular.
-Conhecer e diferenciar conceitos fundamentais da teoria curricular.
-Identificar diferentes orientações conceptuais sobre o currículo no ensino geral e em Educação Física, e compreender a sua influência nas decisões curriculares, nas práticas de ensino e na dinâmica da relação educativa.
-Descrever e explicar as relações entre os diferentes modelos de desenvolvimento curricular em Educação Física e as concepções de Educação Física.
-Argumentar e fundamentar a legitimidade da presença da disciplina de Educação Física no currículo obrigatório.

Metodologias de ensino e avaliação

Introdução, informação e análise dos temas relativos ao programa da cadeira. -Indicação de pistas de estudo e elementos bibliográficos.
Aulas teórico-práticas:
-Tratamento de temas abordados nas aulas de informação de forma a apoiar a apropriação da matéria pelos estudantes (reflexão, debate, resolução de problemas).
-Realização das tarefas objecto de avaliação.
-Apresentação de trabalhos realizados pelos grupos de trabalho.
Avaliação:
-Realização e Apresentação de três Ensaios Escritos (tarefa realizada em grupo) 1.Legitimação da Educação Física 2.Análise teórica da organização curricular dos PNEF 3.A situação da Educação Física na União Europeia.
A avaliação dos ensaios: A apresentação será classificada entre 0 e 2 valores; e o texto escrito será classificado numa escala de 0 a 18 valores.
Teste escrito sobre toda a matéria. O teste escrito será classificado na escala de 0 a 20 valores.

Bibliografia principal

Carreiro da Costa, F. (2005). Mudar o Currículo não Significa Necessariamente Alterar as Práticas Educativas. Revista Portuguesa de Pedagogia, 39( 2), 269-300.
Crum, B., (1994). A critical review of competing PE concepts. In Joachim Mester (Ed.). Sport, leisure and physical education. Trends and development. Volume 1, Conference Proceedings of The Second European Forum "Sport Sciences in Europe 1993 - Current and Future Perspectives, Aachen: Meyer & Meyer Verlag. Jewett, A., Bain, L.,
Ennis, C. (1995). The Curriculum Process in Physical Education. Madison: Brown & Benchmark.
Klein, G. et Hardman, K. (2007) (2008) (Eds.). L Éducation Physique et Sportive dans l Union Européenne. Tome 1et 2: Europe du Sud, de Centre, de L Ouest (I); Europe de l'Est; de Ouest, du Nord. Paris: EPS.
Vieira, F. & Carreiro da Costa, F. (2017). As Orientações dos Professores Portugueses de Educação Física. Retos, 31, 252-258