Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Projeto

Curso

Serviço Social: Gestão de Unidades Sociais e de Bem-Estar

Grau|Semestres|ECTS

Mestrado | Semestral | 6

Ano | Tipo de unidade curricular | Lingua

1 |Obrigatório |Português

Total de horas de Trabalho | Tempo de Contacto (horas)

162 | 24

Código

ULHT794-1919

Disciplinas complementares recomendadas

Não aplicável

Pré-requisitos e co-requisitos

Não aplicável

Precedências

Não

Estágio profissional

Não

Conteúdos Programáticos

1- Planeamento da investigação empírica
Fontes de informação, fase exploratória: bibliografia temática/problemática, documentos, estatística, entrevistas exploratórias. População e amostra.
2-Quadro operacional da pesquisa. Modelo de análise
-Articulação da informação obtida: hipóteses, conceitos, dimensões, categorias, subcategorias, indicadores.
3-Técnicas e instrumentos de recolha de dados
-Observação: participante, não participante, estruturada, pouco estruturada Unidades de observação, instrumentos.
-Questionário: Elaboração do plano. Perguntas: objectivos, abertas e fechadas. Clareza e tamanho, layout, secções, verificação final. Administração. Análise e tratamento dos dados.
-Entrevistas: semi-directiva, centrada, em profundidade. Organização lógica das questões.
4-Análise e discussão dos dados: análise estatística e análise de conteúdo.
5-Elaboração do pré-projecto de pesquisa: estrutura, conteúdo, normas de apresentação.

Objetivos

Aprender a delinear o percurso da investigação científica
Adquirir conhecimentos sobre as fontes de informação a fim de decidir quais as mais adequadas à produção científica relativamente ao objecto de investigação ou de intervenção ou planificação do Estágio.
Reflectir sobre os métodos e técnicas a aplicar na pesquisa ou na pesquisa para a intervenção, adequados ao objecto.
Saber utilizar as técnicas de tratamento de dados, quantitativos e qualitativos.
Aprender a elaborar um pré-projecto de investigação ou de intervenção ou de Estágio, obedecendo às etapas de elaboração cientificamente aceites.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

Desenvolver um pré-projecto adequado ao objecto.
Decidir sobre as metodologias adequadas ao objecto.
Criar, recriar ou seleccionar os instrumentos de recolha de dados.
Aplicar os instrumentos no terreno.
Tratar adequadamente os dados.
Analisar e estabelecer correlações entre os dados.
Introduzir os resultados no trabalho final dando significados coerentes.
Elaborar o pré-projecto de dissertação, de estágio ou de projeto de intervenção.

Metodologias de ensino e avaliação

Os métodos expositivos e afirmativos constituirão momentos de abordagem de conteúdos teóricos, intercalados com o método interrogativo/interativo. Estes métodos permitem que os mestrandos sejam implicados na dinâmica das sessões através de discussão e participação em grupo alargado.Trabalho prático em aula, individual e em grupo. Preenchimento de fichas respeitantes à elaboração do pré-projeto. Reflexão de modelos de análise, metodologia e métodos e técnicas adequadas ao conhecimento do objecto. Treino na elaboração de questionários e guiões de entrevista. A avaliação consistirá:1- seleccionar e aplicar os conhecimentos adquiridos, relativamente à definição do objeto, construção do quadro de análise, selecção dos instrumentos de recolha de dados e tratamento dos dados. 2- em revelar conhecimentos de elaboração de um pré-projecto de investigação.Avaliação percentual: -Assiduidade, pontualidade, participação em aula (esta inclui os debates e trabalhos individuais e em grupo).

Bibliografia principal

Albarello, Luc et al. (1997). Práticas e Métodos de Investigação em Ciências Sociais. Lisboa: Gradiva.
Bardin, Laurence (1991). Análise de Conteúdo. Lisboa: Edições 70.
Coutinho, Clara (2011). Metodologia de Investigação em Ciências Sociais e Humanas: Teoria e Prática. Coimbra: Almedina
Delgado, M. e Gutierrez, J. (org.) (1999). Métodos y Técnicas Cualitativas de Investigacíón en Ciências Sociales. Madrid: Editorial Síntesis.
Ferrando, Manuel et al. (Org.) (2003). El Análisis de la Realidade Social: Métodos y Técnicas de Investigacíon. 3.ª ed. Madrid: Alianza Editorial.
Fortin, M. F., et al., (2003). O Processo de Investigação. Loures: Lusociência (1999).
Hill, M. e Hill M (2002). Investigação por Questionário. Lisboa: Sílabo.
Laville, Christian e Dionne, Jean (2007). A Construção do Saber ¿ Manual de metodologia da pesquisa em ciências humanas. Porto Alegre: UFMG.
Reis, Filipa (2010). Como Elaborar uma Dissertação de Mestrado Segundo Bolonha. Lisboa: Pactor.