Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Novo Mestrado em Futebol: o primeiro na Europa

Eusébio "apadrinhou" abertura do Mestrado em Futebol, uma aposta inédita da Lusófona.

Para inaugurar o Mestrado em Futebol - da Formação à Alta Competição, a Universidade Lusófona reuniu vários profissionais desta área. A noite foi de emoções, pois ao lançamento do 2º Ciclo juntou-se uma homenagem a Eusébio da Silva Ferreira. Em destaque estiveram as relações pessoais e profissionais do futebolista que marcou a história do "desporto-rei".

Jogador "fantástico", capaz de empolgar estádios, responsável por levar o nome de Portugal além-fronteiras, a opinião do painel foi unânime no que toca ao reconhecimento dos feitos do "Pantera Negra". Vítor Serpa, João Malheiro, Hilário, Joaquim Evangelista, Carlos Castelo, José Pereira e Carlos Coutado foram os convidados. Especialistas na área do desporto, todos partilharam histórias e vivências daquele que consideram ser um dos melhores jogadores do mundo.

Autor da biografia oficial de Eusébio, João Malheiro provocou o riso ao anunciar: "não se assustem que não vou ler o livro todo". Emocionado, o jornalista agradeceu a Eusébio tê-lo conduzido para o "fascinante mundo do futebol" e sublinhou que o jogador "é" a pessoa mais importante da sua vida. Faz, por isso, questão de continuar a falar do amigo no presente.

Ao nível de Cristiano Ronaldo

Nascidos no mesmo bairro, Hilário e Eusébio partilharam o gosto pelo futebol desde cedo. Melhores amigos e companheiros de profissão, o antigo jogador garantiu: "éramos como irmãos". As histórias que contou não deixaram ninguém indiferente, e chegou mesmo a arrancar alguns sorrisos à plateia quando confidenciou que Eusébio veio para Portugal com o nome "Rute".

Numa perspetiva mais técnica, Jorge Castelo fez uma comparação entre Eusébio e Cristiano Ronaldo, aproveitando para mostrar vários gráficos e vídeos que ilustram as diferenças entre as duas gerações. Segundo o diretor do novo mestrado, a investigação mostra que se Eusébio tivesse trabalhado com condições idênticas às que Ronaldo tem hoje, estariam ambos ao mesmo nível.

Joaquim Evangelista, presidente do Sindicato de Jogadores Profissionais de Futebol, dedicou a Eusébio algumas palavras claramente emocionadas: "Envio-lhe daqui um abraço do tamanho do seu futebol, com sentimento, memória e saudade".


Aproximar profissionais da universidade

Apostar na formação e na qualificação académica dos futebolistas foi uma preocupação que os oradores partilharam. José Pereira, Presidente da Associação Nacional dos Treinadores de Futebol, afirmou ser necessária uma aproximação dos profissionais às universidades, e Carlos Coutada concordou. O Vice-Presidente da Federação Portuguesa de Futebol aplaudiu o novo mestrado como uma iniciativa de alto mérito.

Foram 25 os alunos selecionados para fazerem parte daquele que é o primeiro mestrado em Futebol da Europa. Jorge Proença, diretor da Faculdade de Educação Física e Desporto da Universidade Lusófona, deu-lhes as boas-vindas na cerimónia de 12 de outubro e explicou: "Contamos convosco para podermos dizer quem somos, o que somos, como somos e como trabalhamos".

Carolina Pinto
Redação LOC

Visite a página do Mestrado em Futebol: Futebol - da Formação à Alta Competição