Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Over & Out 2016

Mais do mesmo... Ótimos trabalhos!

Nesta que foi a 11º edição do Over & Out, juntou-se uma vez mais o que de melhor se faz no mundo das artes na Universidade Lusófona. De 18 a 20 julho houve mostras, exposições e prémios para os melhores trabalhos dos nossos alunos.

O evento, realizado pelo Departamento de Cinema e Artes dos Media, arrancou no Museu das Comunicações onde foi possível ver o trabalho dos alunos nas áreas da Fotografia, Artes Plásticas, Design e Produção Gráfica.


Um dia interativo

Dia 19, no campus da Universidade Lusófona, os visitantes tiveram a possibilidade de interagir com os trabalhos das várias áreas do Departamento. Experimentaram-se videojogos criados pelos alunos da Licenciatura em Aplicações Multimédia e Videojogos e foram visualizados episódios piloto das Web Series dos alunos do 2º ano do Curso de Cinema, através de uma instalação em estúdio, composta por várias cadeiras que acionavam um episódio piloto diferente sempre que alguém se sentava.


A licenciatura em Ciências e Tecnologias do Som partilhou também uma outra experiência interativa em que através, da análise do rosto através de uma câmara, o movimento da pessoa criava determinado som.

Mais tarde, nesse mesmo dia no Teatro Turim, foram exibidos documentários, projetos transversais, filmes experimentais e videoclips.

Uma noite premiada

O Cinema São Jorge encheu para fechar mais uma edição do Over & Out.

A noite abriu com a exibição de dois filmes de um minuto realizados por alunos do Kino Eyes, o mestrado em Realização e Produção Cinematográfica, que resulta de um consócio entre a Universidade Lusófona e mais duas universidades europeias.


A entrega de prémios começou pelo Melhor Documentário, tendo sido o prémio entregue aos cinco alunos do 2ºano de Cinema que participaram no programa anual Looking China: André Caniços, José Pinto, Leonor Abreu, Pedro Duarte e Vasco Ruivo. Estes alunos foram selecionados para viajar até à China onde realizaram cinco documentários inspirados por realidades do quotidiano e da cultura chinesa que conheceram em Jingning, província de Zhejiang.


O Prémio de Melhor Projeto Fotográfico foi para Tiago Valido e o Prémio para Melhor Fotografia de Curta-Metragem foi entregue a António Saraiva com "Turp".


Nas Artes Plásticas o Grande Prémio foi para Rita Paço e o Prémio de Melhor Videojogo foi para "Ako". Na área da animação o Prémio de Melhor Curta foi para "Chamby". "Uma janela com vista para fora" ganhou o Prémio de Melhor Música original e "A 3ª metade" ganhou o prémio de Melhor Curta 2016.

Rogério Silva
Comunicação Institucional