Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Prof. Elói Figueiredo com projeto internacional em colaboração com universidade brasileira

Projeto financiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)

Ao abrigo de um projeto internacional, a Faculdade de Engenharia da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, sob da coordenação do Prof. Elói Figueiredo, e em colaboração com o Laboratório de Eletromagnetismo Aplicado da Universidade Federal do Pará, coordenado pelo Prof. João Weyl, está a desenvolver no Brasil um sistema de monitorização piloto para aplicação de algoritmos inteligentes na detecção de anomalias estruturais em pontes rodoviárias e ferroviárias, de forma a melhorar o processo de manutenção das mesmas.



Este projeto "Desenvolvimento e aplicação de algoritmos inteligentes para detecção de dano em pontes e ferrovias" é financiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação do Brasil.



Observe-se que a constante melhoria das metodologias de avaliação da condição estrutural das pontes tem sido uma das exigências da sociedade atual para melhor enfrentar os desafios apresentados pela construção e envelhecimento das infraestruturas de transporte, tal como ficou demonstrado pelo colapso da ponte Hintze Ribeiro em 2001, que matou 59 pessoas em Portugal, ou, mais recentemente, pela queda do Viaduto Guararapes, ocorrida durante a última Copa do Mundo realizada no Brasil, que matou 2 pessoas e deixou outras 23 feridas.

Para além destes eventos, observa-se que uma gestão otimizada da condição das pontes pode ter, a longo prazo, implicações financeiras consideráveis. Num cenário comparativo com outros países desenvolvidos, especula-se, por exemplo, que as autoridades portuguesas precisam de atuar hoje para minimizar elevados custos de manutenção dentro de 20 ou 30 anos.