Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Pós-Graduação em Educação Especial: Alunos Cegos e com Baixa Visão

Escola de Comunicação, Arquitetura, Artes e Tecnologias da Informação

Quero receber informações sobre o curso

Apresentação do Curso

A Escola de Comunicação, Arquitetura, Artes e Tecnologias da Informação (ECATI) da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (ULHT) oferece um Curso de Formação Especializada em Educação Especial - Alunos Cegos e com Baixa Visão, no Domínio 930, desde 2010, que abrange a literacia braille e o desenvolvimento sensoriocognitivo, tiflopercecional e conceptual, bem como da orientação e mobilidade, autonomia e independência, da sociocomunicabilidade, relacionamento e interação, visando proporcionar aos alunos em referência competências pessoais e sociais, inclusão e qualidade de vida.
O Curso inclui aprofundada formação e prática em:
1. Formação Geral
Escola Inclusiva: Diversidade e Equidade (25 Horas)
Psicologia do Desenvolvimento e Aprendizagem (25 Horas)
2. Formação Específica:
Competências Educomunicativas (20 Horas)
Tecnologias de Apoio e Literacia Digital (50 Horas)
Sistema Braille: Prática de Leitura e Escrita (50 Horas)
Desenvolvimento Tiflopercepcional e Relacional: Orientação e Mobilidade (30 Horas)
3. Investigação:
Projeto de Pesquisa em disfunção Visual (50 Horas)

ECTS

23 ECTS

Direção do Curso

Augusto Deodato Guerreiro

Secretariado

Sónia Luís

Requisitos de Graduação

Ter concluído um total de 23 ECTS

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

Este Curso de Formação Especializada assenta científica e tecnologicamente no desenvolvimento e aplicação das teorias, metodologias e boas práticas que alimentam os seguintes objetivos:
1. Os estudos sociocomunicacionais especiais, a didática sociocomunicacional e do desenvolvimento sensoriocognitivo, do relacionamento e interação dos alunos cegos e com baixa visão;
2. Os estudos e estratégias que visam sensibilizar e capacitar as escolas regulares e de referência e as diferentes instituições, organizações e empresas, para a adequada relação e comunicação com os alunos/cidadãos cegos e com baixa visão;
3. Os estudos de gestão funcional e operacional para a inclusão dos diferentes graus de dificuldade sociocomunicacional, de relacionamento e interação destes alunos/cidadãos, criando possibilidades de investigação/intervenção precoce e aplicações bidirecionais para melhorar o desempenho global nos planos pedagógico, educomunicacional e profissional das escolas regulares, de referência e especiais e das várias instituições, organizações e empresas, públicas e privadas, orientadas para o mercado, serviço público ou para as questões da solidariedade social;
4. A investigação e definição de métodos e técnicas para a intercompreensão e generalização dos conceitos de educomunicação e cultura inclusivas, numa perspetiva ecológica de igualdade de oportunidades no desempenho de funções, no emprego e qualidade de vida;
5. A investigação, edificação e/ou diligências para a instituição e aplicação de metodologias e estratégias, visando a supressão das graves e imensuráveis lacunas nacionais (quiçá por extensão nos Países Lusófonos), no que respeita à formação especializada de professores, educadores de infância e técnicos no Domínio em referência, no quadro das dificuldades específicas destes alunos/cidadãos, perspetivando, sem obstruções/barreiras, o seu desenvolvimento sensoriocognitivo, orientação e mobilidade, autonomia e independência, promovendo, inclusive, o seu autoconceito e autoconfiança, a auto-estima e auto-imagem, competências pessoais e sociais, o emprego e a qualidade de vida.

Observações

Aulas expositivas/demonstrativas sobre as metodologias e estratégias para a compreensão e aprofundamento dos conteúdos programáticos das unidades curriculares do curso, com avaliação em cada uma das mesmas, visando o necessário enquadramento no Projeto de Investigação, com fundamentação na Bibliografia base do Curso, eventualmente alargada a mais bibliografia científica e tecnológica, de acordo com o tipo de trabalhos desenvolvidos em cada unidade curricular e no Projeto de investigação a realizar por cada estudante. Avaliação dos estudantes através da assiduidade/participação efetiva nas aulas, da realização de trabalhos em cada uma das unidades curriculares e da realização de um Projeto de Investigação.

Horário: Sexta-feira 17h30-23h00/Sábado 09h00-17h00.

Ligações

Horas de Contacto

180

Plano de Estudos

Valores

Titular de curso superior 30 €
Titulares de Curso Superior Estrangeiro 300 €
Seguro Escolar40 €
Matrícula e Inscrição175 €
Propina Mensal 180 €
Número de prestações mensais 6
Propina Total 1080 €

A este ciclo de estudos/programa de formação aplicam-se as tabelas de emolumentos em vigor na Universidade Lusófona para o presente ano letivo