Contacto WhatsApp 963640100

Universidade Lusófona

Apresentação do Curso

A Licenciatura em Engenharia e Gestão Industrial da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias existe desde 1997 e foi a primeira deste género em universidades não estatais em Portugal.
O curso está atualmente estruturado de acordo com a Declaração de Bolonha e tem uma duração normal de 3 anos (6 semestres, 180 ECTS). O curso está articulado com formações semelhantes em vários espaços académicos e profissionais a nível nacional e internacional.
O sistema de ensino prepara estudantes para trabalharem em variados sectores da atividade económica no espaço da União Europeia e mundial (ex. Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe, e Timor),
Em termos de conteúdos de ensino, o curso pretende que o futuro Engenheiro Industrial adquira conhecimentos aplicados na gestão de projetos,unidades industriais e linhas de produção dos mais diversos setores industriais e de serviços como sejam unidades químicas,petroquímicas ,petróleo e gás,produção industrial etc. bem como conhecimentos tecnológicos do âmbito da engenharia mecânica e electrotecnica, designadamente automação e robótica,.
Os licenciados podem candidatar-se à Ordem dos Engenheiros, de acordo com as regras por esta estabelecidas; após conclusão de um estágio profissional, os licenciados são também reconhecidos e admitidos à Ordem dos Engenheiros Técnicos.

Razões para frequentar este curso

  • As capacidades analíticas e o conhecimento de gestão e tecnologias que os alunos desenvolvem e adquirem no curso de Engenharia e Gestão Industrial, permitem a sua utilização num vasto leque de empresas, industriais, de transportes, energia, bem como em organizações diversas incluindo hospitais, câmaras municipais, etc.
  • A quase total empregabilidade imediata dos alunos do curso é um fator demonstrativo da aplicabilidade dos conhecimentos adquiridos na licenciatura.
  • Um corpo docente experiente em engenharia e gestão industrial e com forte ligação ao tecido industrial nacional e internacional, bem como à investigação nesses domínios permite aos alunos da licenciatura uma forte ligação com a realidade económica e simultaneamente terem acesso às tecnologias e processos de gestão mais recentes.
  • Uma licenciatura em Engenharia e Gestão Industrial que transmite uma gama alargada de conhecimentos em Gestão, Engenharia e Ciências de base com a Física e a Matemática adequa-se perfeitamente às necessidades e tendências atuais das empresas e organizações.
  • Os conhecimentos adquiridos na licenciatura em Engenharia e Gestão Industrial desenvolvem e transmitem ao aluno conhecimentos que lhe permitem desenvolver um espirito de empreendedorismo e inovação essenciais às exigências dos tempos atuais.

Despacho do curso

Despacho nº 16117/2009 de 14 de julho, alterado pelo Despacho nº 4641/2016 de 4 de abril

Estado de acreditação pela A3ES

Acreditado

Data da publicação

26/04/2012

Deliberação da A3ES

Grau ou Diploma conferido | Duração | ECTS

Licenciado |6 Semestres |180 ECTS

Direção do Curso

Prof. Doutor José Francisco de Oliveira Santos

Secretariado

Sara Honrado

Condições de Ingresso

Podem candidatar-se a este ciclo de estudos os que apresentem candidatura através do concurso institucional de acesso e tenham aprovação ao seguinte conjunto de provas de ingresso:

07 Física e Química
16 Matemática

Os candidatos podem ainda ingressar através dos regimes de mudança de par instituição/curso ou através de um Concurso Especial, de acordo com as normas legais em vigor (titulares de curso superior, titulares de Curso de Especialização Tecnológica, titulares de Curso Técnico Superior Profissional ou Maiores de 23 anos).
Podem ainda ingressar os candidatos que reúnam as condições previstas no Estatuto do Estudante Internacional.

Requisitos de Graduação

Ter concluído um total de 180 ECTS

Objetivos

O principal objetivo da Licenciatura em Engenharia e Gestão Industrial da Universidade Lusófona é a formação de sujeitos com capacidade de utilizar os princípios básicos de gestão, nomeadamente de gestão da produção, modelação e simulação de problemas, aplicados ao processo industrial. Paralelamente, procura-se fornecer uma formação de âmbito alargado no domínio da Tecnologia Mecânica e processos de produção, bem como órgãos de máquinas, que permita uma visão alargada dos métodos e tecnologias de produção. Esta é complementada com uma formação de base em componentes mecânicos e electromecânicos e hidráulicos, automação industrial e robótica, que permita uma visão integrada dos sistemas integrados de produção e a capacidade de aplicação prática dos conhecimentos na resolução de problemas. Objetivos secundários são o fornecimento de conhecimento geral sobre materiais e utilização de linguagens de programação e de ferramentas computacionais na resolução de problemas de engenharia e gestão, nomeadamente de apoio à modelação, simulação e decisão.

Conhecimentos, capacidades e competências a adquirir

a Licenciatura em Engenharia e Gestão Industrial da Universidade Lusófona tem por objetivo desenvolver a competência dos alunos para o exercício da profissão de Engenheiro em domínios de atividade industrial e gestão de processos, incluindo a capacidade de analisar problemas e desenhar soluções de engenharia em domínios de atividade industrial. As competências a desenvolver incluem: capacidades de aplicação de conhecimentos e de compreensão que suportem uma abordagem profissional ao trabalho desenvolvido na área vocacional do aluno; capacidade de análise e levantamento de necessidades em ambientes industriais; capacidade de tratamento e processamento de informação, nomeadamente de natureza técnica. Estas competências base devem ser complementadas por competências genéricas a seguir discriminadas.
Desenvolvimento da capacidade de avaliação de situações e de decisão por parte do aluno, por forma a fornecer: capacidade de resolução de problemas no âmbito da área de Major, construindo e fundamentando argumentação própria;capacidade de recolha, seleção e interpretação de informação relevante, particularmente na respetiva área de estudo, que habilitem a fundamentação das soluções preconizadas e dos juízos emitidos, incluindo na análise os aspetos científicos, sociais e éticas relevantes.
Desenvolvimento das capacidades de comunicação, as quais permitam transmitir informação, ideias, problemas e soluções, tanto a públicos constituídos por especialistas, como por não-especialistas.
Desenvolvimento das capacidades de aprendizagem, as quais permitam a aprendizagem ao longo da vida, com elevado grau de autonomia.

Equipamentos e Instalações

Sala de Aula, Laboratório de Informática, Laboratório de Física.
Ao abrigo do acordo de colaboração do ISQ: Laboratório de Tecnologias de Produção, de Metrologia, de Química, de Frio, de Compatibilidade Eletromagnética, de Eletricidade, Robótica, de Ensaios mecânicos e comportamento mecânico de materiais, de ensaios não destrutivos, Metalurgia, de Soldadura, Comportamento de Material a altas temperaturas, Biblioteca, Centro Trabalho Tecnológico, Salas de Estudo.
Videoprojetor fixo, PC Desktop HP5800 - Core duo 3.0GHz - RAM 2 Gb - HD 250Gb, PC Desktop HP5700 - Core duo 2.2GHz - RAM 1 Gb - HD 80Gb, PC Desktop HP7100 - Pentium IV 3GHz - RAM 512 Mb - HD 40Gb, Micrómetros, Balanças dinamómetro, Réguas graduadas, Níveis de bolha, Balança eletrónica, Balança de 3 braços, Multímetros eletrónicos, Multímetros de quadro móvel, Giroscópio de ensino, Osciloscópios, Fontes de alimentação 0-32 Volt, Fontes de alimentação 0-12 Volt, Geradores de funções, Breadboard´s, Mesas de forças, Plano inclinado, Galvanómetro de ensino, Amperímetro de ensino, Meios de Cálculo e PC Desktop HP7600 - Pentium D 2.8GHz - RAM 1 Gb - HD 40Gb.

Estudos Futuros

A Licenciatura em Engenharia e Gestão Industrial da Universidade Lusófona habilita à frequência de um Mestrado (Diploma de 2º Ciclo) na área das Engenharias e Ciências Naturais, que não necessariamente na área principal de formação da Licenciatura.

Saídas Profissionais

Atividades de Investigação e desenvolvimento, Planeamento, gestão e coordenação e Auditoria e consultoria em:

- Estabelecimentos de ensino e institutos de investigação públicos e privados;
Indústria;

- Laboratórios Industriais;

- Indústria e empresas de logística e transporte

- Empresas públicas e privadas;

- Administração pública;

Nas seguintes áreas:

- Gestão tecnológica;

- Gestão de sistemas e processos;

- Gestão da manutenção;

- Segurança industrial;

- Controlo de qualidade;

- Transportes;

- Comércio e indústria.

Investigação

Linha de Investigação e Desenvolvimento:Gestão de Ativos Industriais

Recentes projectos:

2016
E-WISE- Avaliação Contínua do Desempenho e Processo de Decisão na Gestão de Ativos(aguarda decisão de avaliação)

2013-2015
EFICARE Modelo para a monitorização eficiente das operações de instalações hospitalares
Este projecto foi desenvolvido considerando três áreas operacionais:Manutenção,Eficência Energética e Qualidade do Ar Interior.Entidade Lider:ISQ

2009-2010
Sistema de apoio à decisão para investimentos tecnológicos em empresas de construção civil:
Os diferentes módulos desenvolvidos neste projecto incluíram:
-Vida económica do equipamento
-Melhor equipamento entre diferentes alternativas
-Recuperação do investimento no aumento de produtividade
-Avaliação multi-critério
-Matriz de comparação 2X2

Publicações recentes
-Integrating products-service systems with new business models definition in manufacturing companies ,Int.J.Serv.SCI,Man,Eng.and Tech 5(2) ,66-68.IGI Global,2014 Pedro Carmona

Observações

O desenvolvimento de uma política ativa de integração profissional dos seus alunos, constitui um dos objetivos do presente ciclo de estudos. Assim, para além dos diferentes protocolos de colaboração tendentes à integração dos nossos alunos em períodos de estágio e formação em serviço em diferentes entidades públicas e privadas que atuam no setor em Portugal, o presente ciclo de estudos desenvolve acordos pontuais com outras instituições por forma a assegurar a efetiva integração de todos os seus alunos ou diplomados.
Outra observação pertinente relativamente a esta secção concerne à definição das áreas nucleares de formação deste ciclo de estudos. Assim, é essencial referir que por limitação da plataforma não é possível indicar que também constituem áreas nucleares de formação especializada deste ciclo de estudos as áreas CNAEF 481, 349 e 521. Este facto reflete a natureza de formação em banda larga em ciências de engenharia do curso que ao longo do plano de estudos aponta para especializações nos diferentes domínios da gestão e engenharia de processos industriais.

Áreas Científicas

Engenharia e técnicas afins | Matemática e estatística | Física

Plano de Estudos

Despacho nº 16117/2009 de 14 de julho, alterado pelo Despacho nº 4641/2016 de 4 de abril
1.º Ano/ Tronco comumSemestre ECTS
Álgebra1º Semestre5
Cálculo I1º Semestre5
Desenho Mecânico Assistido por Computador1º Semestre4
Engenharia dos Materiais1º Semestre6
Introdução à Engenharia e Gestão Industrial1º Semestre5
Química1º Semestre5
Cálculo II2º Semestre5
Empreendedorismo de Base Tecnológica e Inovação2º Semestre3
Fabricação Integrada por Computador2º Semestre3
Física2º Semestre5
Introdução ao Pensamento Contemporâneo2º Semestre3
Organização e Gestão de Empresas2º Semestre5
Tecnologia Mecânica I2º Semestre6
2.º Ano/ Tronco comumSemestre ECTS
Contabilidade Financeira1º Semestre5
Economia1º Semestre5
Investigação Operacional1º Semestre5,5
Probabilidades e Estatística1º Semestre5
Tecnologia Mecânica II1º Semestre6,5
Termodinâmica1º Semestre5
Engenharia de Métodos2º Semestre5
Equações Diferenciais2º Semestre5
Introdução à Programação2º Semestre3
Mecânica dos Fluidos2º Semestre5
Órgãos de Máquinas I2º Semestre5
Sistemas Integrados de Gestão2º Semestre5
3.º Ano/ Tronco comumSemestre ECTS
Controlo da Qualidade1º Semestre5
Gestão da Manutenção1º Semestre5
Gestão de Stocks1º Semestre5
Órgãos de Máquinas II1º Semestre5
Planeamento e Controlo da Produção I1º Semestre5
Técnicas de Simulação1º Semestre5
Automação e Robótica2º Semestre5
Gestão Energética2º Semestre5
Instalações Técnicas2º Semestre6
Planeamento e Controlo da Produção II2º Semestre5
Projeto2º Semestre9

Corpo Docente

Lista de Professores do Curso, Habilitações e Regime de Tempo
DocenteHabilitações AcadémicasRegime
Cristina Maria Ribeiro GuerraDoutoramentoTempo Integral
Ercilio Jorge De Andrade Tubarão MendesMestradoTempo Parcial
Fernando Catarino CorreiaMestradoTempo Parcial
Inês Castelo Branco De Oliveira SantosMestradoTempo Integral
João Robert Paula NogueiraMestradoTempo Integral
José António Lopes Dos SantosLicenciaturaTempo Parcial
José Francisco De Oliveira SantosDoutoramentoTempo Integral
José Paulo Dos Santos Ferreira PintoDoutoramentoTempo Integral
Manuel José Simões LoureiroDoutoramentoTempo Integral
Maria Adília Januário CharmierDoutoramentoTempo Integral
Paula Cristina Ribeiro VicenteDoutoramentoTempo Integral
Pedro Alexandre De Albuquerque MarquesDoutoramentoTempo Integral
Pedro Domingos Belo Carmona MarquesDoutoramentoTempo Parcial
Pedro Nuno De Sousa SampaioDoutoramentoTempo Integral
Raphaela Maria De Castro E Silva VidalDoutoramentoTempo Parcial
Rui Manuel Assis MonteiroDoutoramentoTempo Integral

Valores

Titulares de curso superior 180 €
Alunos externos 0 €
Acesso 180 €
Maiores de 23 180 €
Mudança de curso 63 €
Matrícula217 €
Seguro Escolar40 €
Inscrição310 €
Valor médio mensal para 30 ECTS para disciplinas semestrais 353,1 €
Valor por ECTS 11,77 €