filmeu
Conversas Sobre...
conversas-sobre-header

Portugal e o Programa Internacional de Avaliação de Estudantes

Conversas Sobre...

Partilhar

Projeto explora implicações e estratégias numa era de transformação global da Educação

08.05.24 - 17h54

Desde o início do século XXI, estudos internacionais como o Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (PISA) têm desempenhado um papel importante na governança da educação e formação da União Europeia. Para Portugal, um país que investiu tardiamente na expansão do acesso à educação em massa, a participação no PISA desde o seu primeiro ciclo em 2000 representou um desafio e uma oportunidade de crescimento.

Neste cenário, um projeto de investigação financiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), liderado pelo Professor Catedrático de Sociologia da Educação e Educação Comparada na Universidade Lusófona - Centro Universitário de Lisboa, Diretor do Instituto de Educação e coordenador científico do Centro de Investigação Interdisciplinar em Educação e Desenvolvimento (CeiED), António Teodoro, teve como objetivo explorar as implicações implícitas e explícitas na participação de Portugal no PISA, analisando todos os ciclos desde 2000. Como diferentes atores nacionais, incluindo formuladores de políticas, gestores escolares, professores e os seus sindicatos, associações de pais e os meios de comunicação, se apropriaram dos resultados do PISA e os integraram em discursos, políticas públicas e práticas profissionais?

O estudo foi realizado entre setembro de 2018 e março de 2022 e os resultados iniciais de Portugal nos ciclos do PISA refletiram: até 2012, as dificuldades enfrentadas por um país que estava se ajustando a mudanças significativas no seu sistema educacional. No entanto, a partir de 2015, um ponto de viragem marcante foi alcançado. Os resultados de Portugal superaram a média da OCDE nos três domínios analisados: literacia científica, matemática e leitura. Este feito não só capturou a atenção dos observadores internacionais, mas também colocou Portugal no mapa como um "caso de sucesso" entre os países europeus e desenvolvidos.

Os resultados deste projeto de investigação fornecem insights valiosos não apenas sobre o desempenho educacional de Portugal, mas também sobre como os resultados do PISA são interpretados e utilizados em todo o país. Este estudo destaca a importância de uma análise crítica e abrangente dos dados do PISA, não apenas para avaliar o desempenho dos alunos, mas também para compreender as dinâmicas sociais, políticas e educacionais subjacentes. Portugal, agora reconhecido como um caso de sucesso emergente no cenário educacional global, continua a enfrentar desafios e oportunidades enquanto navega pelo complexo mundo da educação do século XXI.

Lisboa 2020 Portugal 2020 Small financiado eu 2024 prr 2024 republica portuguesa 2024 Logo UE Financed Provedor do Estudante Livro de reclamaões Elogios