filmeu
doutoramento-comunicacao-ativismo

Doutoramento Comunicação e Ativismos

Porto
No âmbito da área científica das ciências da comunicação e das ciências sociais, o programa doutoral orienta-se para os temas e as questões da comunicação que se ligam à investigação sobre Mobilizações Sociais, Redes e Ativismos, Ecologias Digitais, Cultur... Ler mais

Partilhar

Email

GrauDoutoramento Semestres6 Créditos180 ECTS
  • Apresentação

    Apresentação

    No âmbito da área científica das ciências da comunicação e das ciências sociais, o programa doutoral orienta-se para os temas e as questões da comunicação que se ligam à investigação sobre Mobilizações Sociais, Redes e Ativismos, Ecologias Digitais, Culturas Cívicas, Novas Expressões Comunicacionais e Comunicação para o Desenvolvimento, a par de outros temas correlacionados dos estudos em comunicação quer clássicos quer atuais.
  • Condições de Ingresso

    Condições de Ingresso

    Podem candidatar-se à frequência do Curso de Doutoramento em Comunicação e Ativismos: a) Os titulares do grau de mestre ou equivalente legal; b) Os titulares de grau de licenciado, detentores de um currículo escolar ou científico especialmente relevante que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos pelo Conselho Científico da Faculdade de Comunicação, Arquitetura, Artes e Tecnologias da Informação, sob proposta da Comissão Científica do Departamento de Arte e Comunicação. c) Os detentores de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos pelo Conselho Científico da Universidade Lusófona do Porto.
  • Destinatários

    Destinatários

    Mestres e/ou Profissionais nas áreas das Ciências e Tecnologias da Comunicação e da Informação, Ciências Sociais, Ciências Sociais Aplicadas, Humanidades.
  • Competências

    Competências

    Aliar as noções de Comunicação e Ativismos aos valores da autonomia, cidadania, civilidade, desenvolvimento sociocultural e participação nos processos democráticos contemporâneos; Adquirir conhecimentos e competências de compreensão e avaliação crítica das consequências da utilização das novas tecnologias; Adquirir conhecimentos e competências de compreensão e avaliação crítica dos novos movimentos sociais e ativismo em rede; Saber analisar as novas ligações tecnológicas e intervir nas ecologias digitais; Compreender as novas expressões comunicacionais e propor soluções para uma comunicação de qualidade, com projetos com valor societal; Desenvolver a competência de conversão dos saberes em aplicabilidade prática: adquirir quadros conceptuais e teóricos e incentivar a problematização de questões em articulação estreita com a aplicação prática a projetos de investigação e intervenção social, culturas cívicas e ativismos; Fomentar a aquisição de capacidades para realizar projetos em ligação com diferentes realidades; Incentivar a excelência científica, a autonomia, a eficiência e a formação do investigador como produtor e realizador de projetos ligados a campos de ação.
  • Objetivos

    Objetivos

    . Aquisição de conhecimentos, capacidades de análise e competências de investigação nas áreas científicas das ciências da comunicação e das ciências sociais; . Aquisição de conhecimentos, capacidades de análise e competências de investigação sobre temas e questões em torno de Mobilizações Sociais, Redes e Ativismos, Ecologias Digitais, Culturas Cívicas, Novas Expressões Comunicacionais, Novos Media e Novas Expressões Jornalísticas (videojornalismo, documentário online, reportagens web; rádios comunitárias; etc.), Comunicação para o Desenvolvimento (Communication for Development / C4D) e para o Empoderamento. . Analisar e avaliar o impacto e as consequências da utilização das tecnologias digitais, das redes digitais sociais e de novas formas comunicacionais e de jornalismo, articulando com as questões das novas ecologias, das mobilizações sociais, da inovação, da mudança e participação sociais. . Desenvolvimento de competências comunicacionais para a produção e/ou gestão de projetos no âmbito da comunicação digital, das culturas cívicas e do desenvolvimento.
  • Razões para frequentar este curso

    Razões para frequentar este curso

    • Possibilidade de abordar estudos sobre as novas lógicas comunicacionais, os ativismos e as culturas cívicas. Importância, na sociedade contemporânea, de compreender e analisar as redes sociais digitais, o ativismo em rede, as ecologias digitais e as mobilizações sociais.
    • Corpo docente qualificado e internacional
    • Investigação sobre as novas expressões comunicacionais e na área da comunicação para o desenvolvimento relacionada com ativismos e netativismo. Investigação científica que opera de modos interdisciplinar, analítico, reflexivo, aplicado e inovador.
    • Possibilidade do desenvolvimento do trabalho de tese no âmbito dos programas de investigação do CICANT (acreditado pela FCT), garantindo o acesso a uma rede nacional e internacional de instituições de referência no âmbito da investigação.
    • Organização de eventos - Congresso, Conferências, Colóquios - com a participação de figuras de relevo na área científica de estudos
    • Horários adequados a trabalhadores estudantes
  • Saídas Profissionais

    Saídas Profissionais

    Ensino superior: docência e investigação Organizações nacionais e internacionais
  • Infra-estruturas e Equipamentos

    Infra-estruturas e Equipamentos

    Salas de aula com equipamento multimédia, biblioteca, recursos TIC, equipamentos pedagógicos e científicos. Biblioteca, área para trabalho pessoal do estudante, bar e cantina. A Universidade disponibiliza uma infraestrutura de rede WiFi (eduroam) cobrindo todas as suas instalações, software licenciado e serviços digitais tais como o Moodle, Portal Académico, Lusófona Mobile, VPN e App Ensino Lusófona. No âmbito das salas de aula, dos laboratórios e dos auditórios são disponibilizados equipamentos multimédia e recursos ao nível das TIC, incluindo videoprojectores, computadores, equipamentos de áudio e vídeo e sistema de streaming necessário para fazer face às necessidades das diversas áreas de ensino, e facilitadoras de boas práticas pedagógicas.
  • Investigação

    Investigação

    Áreas temáticas de investigação: I. Comunicação, Democracia e Desenvolvimento . Comunicação, Emancipação, Empoderamento e Desenvolvimento sustentável . Comunicação, Espaço Público e Democracia. . Média dominantes, Média locais (alternativos, comunitários, citizen media), Média digitais e Desenvolvimento . Redes sociais digitais e ciberdemocracia . Movimentos sociais e novas tecnologias da comunicação. Ativismo em rede. . Ecologias Digitais II. Jornalismo para o Desenvolvimento . Jornalismo tradicional, jornalismo digital, blogosfera e práticas de self média. Redes digitais e novas práticas de informação e jornalísticas III. Comunicação e Literacias IV. Comunicação, Culturas, Géneros e Diversidade . Culturas cívicas. Cultura participativa e cidadania Áreas temáticas do centro de investigação associado - CICANT (https://cicant.ulusofona.pt/research/): - Media, sociedade e literacias - Arte dos media, indústrias criativas e tecnologias CICANT - Centre for Research in Applied Communication, Culture, and New Technologies http://cicant.ulusofona.pt/
  • Observações

    Observações

    A Universidade Lusófona tem como prioridade a solidificação de um ensino superior fundado em primeiros ciclos consistentes e no crescimento dos segundos ciclos, considerando que estão hoje criadas as condições requeridas para a abertura de terceiros ciclos alicerçados em investigação e em programas académicos competitivos. Neste sentido, Estudos em Comunicação e Ativismos constitui uma oferta original, inovadora e inexistente no panorama dos estudos comunicacionais em Portugal, apresentando um programa com capacidade para desenvolver uma articulação estreita entre a reflexão teórica crítica e empírica. Foca-se na atualização dos saberes teóricos e no uso das ferramentas tecnológicas comunicacionais, aplica ao terreno estratégias metodológicas de investigação e de ação e intervenção, com uma importante dimensão societal de concepção e realização de projetos de valor social e económico. A diferenciação face à oferta existente e o facto de constituir um programa doutoral em que a investigação se articula com a intervenção e utilidade social e a formação de cariz prático permitem encarar um potencial de crescimento da procura por parte de jornalistas, profissionais de comunicação, profissionais do terceiro sector, cidadãos empenhados em causas sociais, cívicas, humanitárias, ecológicas, de desenvolvimento e inovação, investigadores e especialistas em programas de cooperação internacional. Ora, a Universidade Lusófona tem como missão o desenvolvimento das relações culturais, educacionais e de ensino no espaço lusófono, na europa e no mundo. Com efeito, este programa doutoral tem potencial para congregar diferentes candidatos de várias proveniências académicas e áreas científicas de formação e de diversas proveniências culturais (diferentes países). O programa doutoral em Comunicação e Ativismos é estratégico para a Universidade Lusófona, na medida em que a área científica de formação em Comunicação constitui um domínio de ensino e investigação consistente no contexto da instituição. Possibilita o culminar da formação superior realizada na FCAATI que se orienta para um ensino crítico de saberes teóricos e práticos, abrindo novas possibilidades de desenvolvimento de investigação aplicada a projetos e de dinamização das atividades de I&D e inovação. O carácter simultaneamente crítico, aplicado, tecnológico e de intervenção social dos conteúdos programáticos corresponde à visão epistemológica, disciplinar e prática da formação. Este programa é também fundamental no âmbito os objetivos do Centro de Investigação em Comunicação Aplicada, Cultura e Novas Tecnologias ¿ CICANT, que apresenta investigação consistente nas áreas de ¿Media, sociedade e literacias¿ e ¿Arte dos media, indústrias criativas e tecnologias¿. Destacamos ainda a articulação do doutoramento com o MeLCi Lab - Media Literacy and Civic cultures Lab.

Centro Universitário

Porto | Fac.Comunicação,Arquitetura, Artes e TI
CANDIDATAR-ME

Fases de candidaturas a decorrer

Consulte abaixo as fases de candidaturas a decorrer para este curso.
Pode consultar todas as outras fases aqui.

Valores

A este ciclo de estudos/programa de formação aplicam-se as tabelas de emolumentos em vigor na Universidade Lusófona.

Direção do Curso

Subdireção do Curso

Célia Taborda

Secretariado

Susana Oliveira

  • Extensão Telefónica
    3182
  • Local de atendimento
    SATA
  • Horário de atendimento
    9h -17h

Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior

Estado de acreditação
Acreditado - Deliberação
Registo: R/A-Cr 107/2014

Requisitos de Graduação

Ter concluído um total de 180 ECTS.

Wall of Faces

Bolsas de Doutoramento

Lisboa 2020 Portugal 2020 Small financiado eu 2024 prr 2024 republica portuguesa 2024 Logo UE Financed Provedor do Estudante Livro de reclamaões Elogios